• maio

    10

    2018
  • 214
  • 0
As vantagens da agulha curta para aspiração folicular

As vantagens da agulha curta para aspiração folicular

Os profissionais mais antigos na OPU devem se lembrar do período em que utilizávamos as agulhas longas. Elas permitiam uma maior sensibilidade na hora da penetração dos folículos, dando uma noção muito clara para o profissional se o procedimento estava adequado. Com o tempo, esse cenário se modificou e hoje nós vamos falar sobre as vantagens da agulha curta para aspiração folicular.

Após muito estudo sobre as agulhas existentes no mercado, a WTA inovou na criação da agulha curta com bisel duplo invertido. Muito mais do que baratear o processo, essa mudança trouxe uma série de benefícios para o profissional no campo.

Agulhas curtas fazem uma perfuração mais precisa no ovário

Por conta desse duplo bizel, (o convencional e o invertido), presente nas agulhas de aspiração da WTA, você tem o benefício de duas lapidações, realizando uma penetração mais precisa, reduzindo as chances de perda de liquido folicular (e por consequencia oocitos) durante a OPU.

Além disso, por realizar uma perfuração mais precisa no ovário, as agulhas WTA causam menos danos aos animais, reduzindo as chances de aderência ovariana (um dos maiores riscos no processo de OPU)

Agulhas curtas diminuem o percurso do oócito no metal e variações de temperatura

Outro destaque das vantagens das agulhas curtas fica por conta do menor percurso que o oócito fará na cânula de metal. Com as agulhas longas, as chances desse material ser danificado aumentam, uma vez que a superfície interna da agulha nunca é suave como a das linhas de OPU. As agulhas curtas também apresentam menos alterações de temperatura quando o profissional tira a guia para lavá-la, o que ajuda a evitar o esfriamento do líquido folicular e dos oócitos que eventualmente estejam dentro dela.

Sempre em busca de melhorar e facilitar o trabalho do profissional no campo, a WTA também buscou solução que permitisse a melhora da sensibilidade para quem está realizando a aspiração folicular. Por isso ela desenvolveu o que chamamos de “mandril leve”. Este mandril além de aumentar a sensibilidade do técnico, também possui um acoplamento muito mais prático, aonde a agulha é encaixada na linha e rosqueada diretamente no Mandril, melhorando ainda mais o contato da mão do aspirador com a ponta da agulha.

Novo acoplamento das agulhas WTA

As agulhas da WTA agora vem com um sistema de acoplamento muito seguro e que fixa a linha sem vazamentos. Isso permite não ter que utilizar o anel de silicone e na montagem do Mandril, como acontece no Mandril convencional (pesado). Assim sendo você pode utilizar agulhas 18 ou 20G com a mesma linha de aspiração e a conexão será muito segura além de facilitar muito a montagem e reduzir o tempo de trocas de agulhas entre doadoras

Esperamos tê-lo ajudado a entender um pouco mais sobre nossas agulhas curtas para aspiração folicular. Na WTA você encontra agulhas de 18 e 20 G, com excelente custo-benefício.

Sugestões e dúvidas podem ser deixadas em nossos comentários!

LEAVE A COMMENT

You comment will be published within 24 hours.

Cancel reply
© Copyright 2017 - Todos os direitos reservados a WTA - Desenvolvido por: Nova Singular